14 de junho de 2010

Dançar

Dançar não é simplesmente executar movimentos para animar uma comunidade, mas sim a manifestação da vida que existe em nós, vida transformada pelo sangue de Jesus, que nos conduz aos movimentos de adoração e verdadeira expressão. A dança dentro da igreja não é um espetáculo. Quando motivada pelo Senhor, é um ato profético e causa impacto nas regiões espirituais. Devemos ser canais para que o Espirito Santo nos encha com novidade de vida. É hora de dançar com profundidade celestial.

Nenhum comentário: